A Empresa Moderna

Article / Change and Organization


A Empresa Moderna
Fernando Cezar de Miranda Ferreira , Consultant, Brazil

Organizações em busca da excelência.


A EMPRESA MODERNA Por Fernando Cézar de Miranda Ferreira PREÂMBULO “Em busca da excelência”... Ao contrário das idealizações, talvez utópicas, de constituir-se uma organização que tem a total percepção do que é administrativamente correto e declina..., declina porque alimenta o apetite da ganância, como em "A Revolução dos Bichos, de George Orwell", quando a Granja dos Bichos instituiu-se uma organização gerida por "porcos" capazes de perceber o melhor para a comunidade trabalhadora, porém, esquecidos de considerar um único fator, as necessidades pessoais de cada colaborador, fator o qual causou o seu declínio graças ao despreparo dos seus “recursos humanos”, ... as empresas que buscam a excelência (conceituadas quando alcançam, como empresas modernas) precisam utilizar-se de recursos que lhe permitam ter uma visão sistêmica do “todo” organizacional. Não basta tão somente empreendermos esforços especializados na linha de produção ou no planejamento do produto, é necessário que se tenha uma equipe capaz de gerenciar o conjunto de engrenagens de uma organização. A interrelação entre os mais diferentes processos dá-se em função de um bem elaborado Planejamento Estratégico que englobe todas as políticas organizacionais com um único objetivo fim: A SATISFAÇÃO TOTAL DAS NECESSIDADES DOS CLIENTES. EMPRESA MODERNA Toda instituição empresarial que tem como premissas básicas a satisfação total das necessidades de seus clientes internos e externos e, direciona integralmente os seus recursos para cumpri-las passeia a passos largos para o degrau da Excelênca Empresarial. Esse alicerce sustenta todas as crises e motiva seus colaboradores a buscarem, cada vez mais, a lucratividade corporativa. FERRAMENTAS UTILIZADAS PARA ALCANÇAR A EXCELÊNCIA ** por favor, veja figura em anexo. O conjunto de ferramentas que agraça as organizações com o título de “Moderna ou Excelente” converge em três componentes básicos: 1. PROMOTOR - A liderança da alta administração estabelece e compartilha a visão e missão da organização, fixa diretrizes, cria valores, metas e sistemas, na busca incessante da excelência do desempenho para o cliente e para ela própria; 2. SISTEMA - O conjunto de processos bem definidos e bem planejados para atender aos clientes e aos requisitos de desempenho global da organização; 3. META - Os objetivos básicos da liderança e os propósitos do sistema são dois: • desempenho relativo ao cliente e ao mercado, que significa a entrega de valor cada vez maior aos clientes, níveis elevados de satisfação e uma forte posição competitiva; • desempenho do negócio que se reflete numa ampla variedade de resultados financeiros e não financeiros, inclusive desenvolvimento de recursos humanos, responsabilidade e espírito público e comunitário. Complementando a síntese supra citada, cabe ainda enfocar particularidades de todas as ferramentas utilizadas na busca deste conceito: LIDERANÇA A alta direção da organização define diretrizes estratégicas, desenvolve e mantém um sistema que conduza ao alto desempenho, ao desenvolvimento individual e à aprendizagem organizacional. A liderança deve considerar todas as partes interessadas - clientes, funcionários, fornecedores, parceiros, acionistas, a comunidade e a sociedade. INFORMAÇÃO E ANÁLISE É o ponto fundamental do sistema, pois, é a partir desse item que a liderança recebe o feed-back da cadeia produtiva. Sendo assim, a informação e análise transforma-se no centro nervoso para o alinhamento do sistema de informações com as diretrizes estratégicas. • A organização deve selecionar e gerir as informações para atuarem como apoio às metas globais, com ênfase na gestão de processos e melhoria do desempenho individual. • A organização deve conhecer os benchmarks no seu segmento de negócio e usar seus resultados para comparação com os próprios resultados e conversão daqueles em benefício próprio, as metas. • A organização deve abordar sua análise e de seus dados holisticamente, como um todo. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Aborda o planejamento estratégico e empresarial e o desdobramento dos planos, focalizando os requisitos dos clientes e o desempenho operacional. A categoria enfatiza que a qualidade centrada no cliente e a excelência no desempenho operacional são questões críticas estratégicas, que precisam ser parte integrante do planejamento empresarial. POLÍTICA DE RECURSOS HUMANOS Ter uma política clara e definida de desenvolvimento de Recursos Humanos é o elemento fundamental dos critérios para as principais práticas voltadas à criação de um ambiente de trabalho de alto desempenho e eficácia. GESTÃO DE PROCESSOS É a categoria que abrange todos os processos de trabalho de uma organização e onde estão presentes os principais requisitos para uma gestão eficiente e eficaz dos mesmos processos, considerando: projeto eficaz, orientação para a prevenção, avaliação e melhoria contínua, relacionamento com fornecedores e alto desempenho global. Um outro conceito cada vez mais importante em todos os aspectos da gestão de processos e projeto organizacional é a flexibilidade. Em termos simples, flexibilidade refere-se à capacidade de adaptação rápida e eficaz a requisitos mutáveis. RESULTADOS DO NEGÓCIO Focaliza os resultados para todos os processos e respectivas atividades de melhoria, o que permite manter o objetivo duplo dos critérios: valor superior dos produtos e serviços na visão dos clientes e do mercado, e do desempenho otimizado da organização refletido nos indicadores de produtividade e eficácia. SATISFAÇÃO DO CLIENTE Focar o cliente e satisfazer as suas necessidades é o ponto focal dos critérios para o entendimento detalhado das aspirações do cliente e do mercado. Conhecê-los, ao cliente e ao mercado, determina o comportamento atual e futuro da organização onde ela poderá adequar-se vorazmente às mudanças situacionais do mercado, continuando dessa forma a atender seus clientes da melhor maneira possível. E, manter estável a política de bom relacionamento com o cliente e com o mercado proporciona um meio potencialmente importante para que as organizações entendam e gerenciem as expectativas desses clientes e do mercado. CONCLUSÃO A realidade de tornar as organizações cada vez mais hábeis para acompanhar as evoluções tecnológicas e as alterações das aspirações pessoais de cada indivíduo é cada vez mais eminente e, isso, obriga as organizações buscarem a cada dia, diferentes ferramentas para atender às novas necessidades mercadológicas. EXEMPLOS DE EMPRESAS MODERNAS 1. IBM Sumaré; 2. Xerox do Brasil; 3. CITIBANK - Segmento Pessoa Física. BIBLIOGRAFIA 1. Orwell, George; A Revolução dos Bichos; Ed. Abril. 2. FPNQ; Critérios de Excelência do Prêmio Nacional da Qualidade; Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade; 1996. 3. Campos, Vicente Falconi; O Valor dos Recursos Humanos na Era do Conhecimento; Fundação Cristiano Otoni. 4. Campos, Vicente Falconi; Gerenciamento da Rotina; Fundação Cristiano Otoni. 5. Chiavenato, Idalberto; Introdução à Teoria Geral de Administração; Mc Graw Hill. 6. Gewertz, David; A Empresa Flexível; Ed. Rocco. 7. MAREonline; mare.gov.br; Qualidade Participação;

React  |  More on the Author  |  More on this Interest Area   |  More on this View



 
About 12manage | Advertising | Link to us | Privacy | Terms of Service
Copyright 2017 12manage - The Executive Fast Track. V14.1 - Last updated: 23-1-2017. All names tm by their owners.